quinta-feira, janeiro 28, 2010

Haiti

A ternura e o amor chegam a todos os palcos, mas chegam a sobrepor-se ao cenário?


Foto retirada da fotogaleria do Público com seguinte descrição:
Uma das fotografias favoritas de Barria. Entrevistado pelo “Independent”, o fotógrafo descreve: “Não prestei muita atenção à fotografia naquela altura. Há uma quantidade inacreditável de fumo, mas apesar de quase tudo à volta parecer horrível, há qualquer coisa acerca da forma como eles dão as mãos que simplesmente faz com que a fotografia resulte. De certa forma, é um momento terno”

quarta-feira, janeiro 27, 2010

"Das weisse Band"

Estranhos acontecimentos que se assemelham a rituais de punição ocorrem numa pequena vila no norte da Alemanha nos anos que precedem a 1ª Guerra Mundial...
As preocupações e dramas da vila cedo se esvanecem com a ameaça do rebentamento da Guerra . Mais tarde o professor da vila reflecte: "Não teriam sido estes eventos os germes das tragédias que se sucederam? Não terão sido os actos bárbaros então perpetrados uma consequência natural da educação desses indivíduos?
Recomendo vivamente o último filme de Michael Haneke, "O laço branco".

sexta-feira, janeiro 22, 2010

O MISTERIOSO ADMIRADOR DE POE


ANNABEL LEE

It was many and many a year ago,
In a kingdom by the sea,
That a maiden there lived whom you may know
By the name of ANNABEL LEE;
And this maiden she lived with no other thought
Than to love and be loved by me.

I was a child and she was a child,
In this kingdom by the sea;
But we loved with a love that was more than love-
I and my Annabel Lee;
With a love that the winged seraphs of heaven
Coveted her and me.

And this was the reason that, long ago,
In this kingdom by the sea,
A wind blew out of a cloud, chilling
My beautiful Annabel Lee;
So that her highborn kinsman came
And bore her away from me,
To shut her up in a sepulchre
In this kingdom by the sea.

The angels, not half so happy in heaven,
Went envying her and me-
Yes!- that was the reason (as all men know,
In this kingdom by the sea)
That the wind came out of the cloud by night,
Chilling and killing my Annabel Lee.

But our love it was stronger by far than the love
Of those who were older than we-
Of many far wiser than we-
And neither the angels in heaven above,
Nor the demons down under the sea,
Can ever dissever my soul from the soul
Of the beautiful Annabel Lee.

For the moon never beams without bringing me dreams
Of the beautiful Annabel Lee;
And the stars never rise but I feel the bright eyes
Of the beautiful Annabel Lee;
And so, all the night-tide, I lie down by the side
Of my darling- my darling- my life and my bride,
In the sepulchre there by the sea,
In her tomb by the sounding sea.

Edgar Allan Poe 


O poeta nasceu a 19 de Janeiro de 1809 e morreu em 1849. DE acordo com o jornal  The Guardian, na passada 4ª feira foi a primeira vez em 60 anos que um seu fiel e constante admirador não apareceu para depositar sobre o seu túmulo 3 rosas e meia garrafa de conhaque, como sempre fez. Terá morrido? Estará doente? Ninguém sabe. 
A poesia de  E. A. Poe continua, no entanto, connosco. Happy Birthday Mr. Poe!

quinta-feira, janeiro 21, 2010

DE ONDE VEM O NOSSO BEM-ESTAR?

http://www.ionline.pt/conteudo/42950-os-grandes-prazeres-humanos-comida-sexo-e-dar

Mais uma interessante crónica de Nicholas Kristof no i de hoje. É sobre a felicidade, ou melhor dizendo sobre a forma de criarmos para nós próprios motivos e momentos de felicidade, e  no papel que a ajuda aos outros pode ter na consecussão desse objectivo que é, ao mesmo tempo - maravilha das maravilhas - egoísta e altruísta.

terça-feira, janeiro 19, 2010

Seminário Bullying: A não Violência e a Educação


A Psicronos em parceria com a Câmara Municipal de Portimão está a organizar um Seminário em Portimão no dia 30 de Janeiro (sábado). Este terá como objectivo debater as questões associadas à violência (seus tipos), à convivência escolar e o grupo de pares e os comportamentos desviantes e de risco e suas repercussões...




Contaremos com a presença de vários oradores:

Bartolomé Bllor

Tânia Paias

Ana Almeida

Clara Pracana

Carlos Poiares

Maria Louro

Marina Carvalho

para mais informações visite http://www.portalbullying.com.pt/

Teatro e Psicanálise


segunda-feira, janeiro 18, 2010

O Laço Branco

Este filme conta uma história passada numa aldeia protestante do norte da Alemanha.

Este filme faz-nos pensar, acerca das consequências que o excesso de rigidez pode fazer, na educação das crianças , ao lhe provocar tanta raiva que qualquer coisa ou pessoa que fuja do que é normal lhes dá a ideia que a podem castigar tal como eles foram castigados.

sábado, janeiro 16, 2010

FILHOS ADOLESCENTES E S/ NAMORADO(A)S



http://www.ionline.pt/conteudo/42181-a-namorada-pode-dormir-ca-em-casa

(foto: Público)

Na sua  coluna de hoje do Público (link acima) José Couto Nogueira responde a uma questão posta por uma mãe com um filho adolescente, que pretendia que a namorada (com 16 anos) dormisse com ele em casa dos pais.
Pelo que sei, este tipo de questão, impensável há uns anos atrás, põe-se frequentemente às  mães e pais com filhos que ainda vivem com aqueles (é um facto que cada vez saem mais tarde de casa...). Muitos pais não sabem o que hão- responder, seja por medo de conflitos, seja com medo de parecerem antiquados, seja por não saberem mesmo lidar com este tipo de reinvidicações.
Pela sua pertinência, achei que valia a pena trazer aqui o assunto. Queiram pronunciar-se.

sexta-feira, janeiro 15, 2010

Lhasa


La Llorona (1997)

"Albúm de Família" na Radar (97.8) Domingo as 12h ou no blog Radar
Como uma educação muito diferente e original se revelou num talento surpreendente e inesquecível! Vale a pena ouvir.

quinta-feira, janeiro 14, 2010

Workshop em Terapia Focada nas Emoções/Processual Experiencial



Este Wokshop irá realizar-se nos dias 12 e 13 de Fevereiro 2010 (das 9:30 às 17:30) em Lisboa.

Destina-se a Psicólogos, Médicos ou estudantes finalistas de ambos os cursos e corresponde, para efeitos de certificação, à primeira parte do nível 1 de treino em Terapia Focada nas Emoções.

Para mais informações consultar o link:
http://wwwsppc.org.pt/modules.php?name=Content&pa=showpage&pid=111

Psicodrama Psicanalítico

I Congresso Internacional de Psicodrama Psicanalítico subordinado ao tema A Transformação da Violência - A Expressão da Criatividade, decorrerá em Lisboa nos dias 26 e 27 de Fevereiro de 2010.

Inscrições
Morada: Alameda dos Oceanos Lote 4.07.01M 2º Dtº, Parque das Nações, 1990-238 Lisboa
E-mail: spppgpt@gmail.com

terça-feira, janeiro 12, 2010

AS MULHERES E O MERCADO DE TRABALHO




Segundo o Expresso/ The Economist (existe já um um acordo The Economist/Expresso, de maneira que alguns artigos podem ser lidos neste semanário - é o caso deste) o sexo feminino ultrapassará o patamar dois 50% e passará a constituir uma maioria da poulação activa americana. Nos países escandinavos, onde 40% dos legisaladores são mulheres, esta percentagem é já maior e sobretudo existe uma redecde creches muito eficaz.
Mas resta ainda muito por fazer: os ordenados das mulheres continuam a ser sistematicamente mais baixos e poucas mulhres se encontram à frente das grandes empresas.
O desenho acima, de Norman Rockwell (Saturday Evening Post) representa o icon da mulher trabalhadora americana, a Rosie the Riveter, que teve de deitar mãos à obra durante a 2ª Guerra, tal como as suas congéneres na Europa.  Parece um pouco masculina, mas em tempos de guerra não se limpam armas. Foi com a 2ª Guerra que as mulheres entraram em força no mercado de trabalho, movimento esse que se tornou imparável.

As mãos servem para proteger

video

segunda-feira, janeiro 11, 2010

O Sítio das Coisas Selvagens ou a maneira como uma criança resolve a sua raiva...




Apesar dos críticos não terem dado grandes créditos ao filme "O Sítio das Coisas Selvagens", realizado por Spike Jonze numa adaptação do livro infantil escrito por Maurice Sendak em 1963, aconselho-o vivamente!!


O livro também é aconselhável!!
Where are your wild things?


sábado, janeiro 09, 2010

Projecto Limpar Portugal

É sempre interessante verificar que ainda, ou cada vez mais, existem projectos de voluntariado ecológico!
Será que as pessoas vão dizer "que diferença é que faz limpar um dia, se os outros dias ninguém limpa!"

Podia simplesmente citar alguém muito conhecido, mas que agora não me lembro o nome, "Para que as forças do mal vençam, basta que os justos nada façam!"

Vale a pena visitar o site http://www.limparportugal.org/ e envolver-se no projecto!

sábado, janeiro 02, 2010

TELEMÓVEIS E DIFERENÇAS CULTURAIS



Fiquei a saber, por leituras ao fim da manhã, uma série de coisas fascinantes e que espelham as diferenças culturais entre os vários povos no que respeita ao uso de telemóveis e smartphones. Por exemplo:
As palavras usadas para designar os telefones móveis reflectem as prioridades de cada sociedade. Assim, enquanto os ingleses (e nós) chamam mobiles a estas engenhocas, acentuando o aspecto da própria mobilidade, os americanos acentuam o lado tecnológico e chamam-lhe cellular. Já os alemães, sempre práticos, designam-nos por Handy, o que enfatiza o facto de caber na palma da mão. É tb os casos com os chineses: sho ji (hand machine).
E quem fala mais ao telefone (versus texto)? Não os japoneses, que preferem textar, e para quem é mal-educado conversar ao telefone de modo a ser ouvido. Mas os americanos e mais ainda os porto-riquenos. Falam que se fartam.
E como se fala ou se escreve? Os parisienses e os madrilenos fazem-no nos passeios ou mesmo na rua, os londrinos parece que têm o hábito de se juntar nas entradas do metro. Aqui em Portugal todos sabemos da vida de todos: é no autocarro, no metro, até no cinema!
O uso dos móveis e smartphones na rua também reflecte o uso e a concepção que fazemos das cidades (outro tópico interessantíssimo e sobre o qual gostava de saber mais para poder escrever sobre ele). Há cidades onde nos deslocamos de um lado para outro, há cidades onde as pessoas se passeiam, etc etc. Paris é a cidade dos flâneures (eu pelo menos flâno que me farto quando lá vou...).
Outro tópico tem a ver com a cobertura: os finlandeses privilegiam as operadoras que prporcionam cobertura nos túneis (et pour cause).
Tb há quem personalize os tel. móveis. Mas não na Índia, onde se revendem. Aí, as mulheres costumam usá-los em bolsas coloridas.
E os indonésios: são os campeões das mensagens escritas (porventura refletindo a dispersão geográfica).
Tudo isto e muito mais fiquei a saber lendo...................adivinhem onde!

http://www.economist.com/displayStory.cfm?story_id=15172850&source=features_box_main